Início » Clínica de Recuperação em Montes Claros

Clínica de Recuperação em Montes Claros

Clínica de Recuperação em Montes Claros - Casa sede da clínica

O tratamento em Clínica de Recuperação Involuntária em Montes Claros – MG, é composto por diversas etapas de tratamentos, com muita seriedade e responsabilidade, com profissionais especializados e altamente qualificados.

Nós da Nova Avatar contamos a cada ano que passa, buscamos a inovação das Clínicas de Recuperação em todo território nacional, para podermos continuar salvando milhares de vidas.

Relacionados: Como funciona uma Clínica de Reabilitação

Como chegar

Montes Claros é um município brasileiro no norte do estado de Minas Gerais. Localiza-se a norte da capital do estado, distando desta cerca de 422 km. Ocupa uma área de 3 568,941 km², sendo que 38,7 km² estão em perímetro urbano e os 3 543,334 km² restantes constituem a zona. wikipédia.

Portanto sabemos que temos diversos caminhos para chegar em Montes Claros, então se atente ao seu ponto de partida e comece o trajeto, dirija com segurança.

Podendo chegar a cidade de Montes Claros, pela Rod. MG – 308, também pela Rod. Júlio Garcia, Rodovia João da Silva Maia e BR – 365.

Assim você chega na cidade de Montes Claros, é de grande importância, você estar em contato com o profissional especializados, para que de fatos obtenha o endereço exato da Clínica de Recuperação em Montes Claros – MG.

Como funciona a Clínica de Recuperação em Minas Gerais

A Clínica de Recuperação portanto ajuda na desintoxicação e também no combate interior contra o vicio de cada individuo.

O tratamento é feito por etapas, que essas etapas são divididas em diversas atividades.

Muito conhecida por lugares arborizatos e chácaras as Clínicas de Recuperação tem por sua característica fazer um tratamento de qualidade, pois muitas dela possuem ótimas infraestruturas para fazer o tratamento.

Assim como lugares que os profissionais possam realizar atividades com segurança e respeito ao paciente.

A Clínica de Recuperação contém vários ambientes, como: Quartos, Banheiros, Lavatórios, Sala de Reunião, Sala de Estar, Cozinha, Área para jogos, Piscina, Academia entre outros ambientes não citados.

Vale lembrar que para saber o que a Clínica de Recuperação de sua escolha e seu agrado tem de ambientes citados acima.

Para isso é necessário contatar um profissional especializado aqui mesmo, está vendo o botão do whats no canto inferior direito da sua tela ? Pois é fale com um especialista agora mesmo.

Quais são os tipos de tratamento para dependentes químicos em Clínica de Reabilitação ?

Conforme dito acima, essas são algumas das etapas para o tratamento contra a dependência química.

Desintoxicação

A desintoxicação é uns dos fatores primordiais para a recuperação do dependente. é um processo que influência no emocional do paciente, já que a recuperação só tem resultado com comportamentos saudáveis.

A desintoxicação é a fase inicial de todos os tipos de tratamento para dependentes químicos. Considerando a relação entre depressão e uso de drogas.

A desintoxicação aguda pode durar entre 20 a 45 dias e é uma das etapas mais importantes do tratamento. S

Nessa etapa, o apoio dos amigos e familiares é crucial para que o indivíduo consiga ter a força psicológica necessária à continuidade de seu propósito. Vale destacar que o sucesso da desintoxicação é determinante para preparar o paciente para as próximas fases do tratamento.

Psicoterapia

A intervenção psicoterapêutica consiste em um processo que propõe a combinação de terapias de suporte psicológico com medicamentos. São diversas fases e cada uma delas é estabelecida de acordo com a percepção do profissional quanto às principais necessidades do paciente.

Medicamentos

Devido à própria dinâmica dos entorpecentes, a fisiologia de um organismo já intoxicado exige a substituição das substâncias que lhe foram retiradas para evitar a síndrome de abstinência.

As medicações devem ser criteriosamente escolhidas e monitoradas pela equipe responsável. Ter esse cuidado é fundamental para que o dependente químico não abuse dos medicamentos ou adote alguma postura prejudicial à saúde.

Internação

Atualmente, as instituições especializadas em recuperação da dependência química expandiram os tratamentos destinados ao apoio a quem não consegue superar essa batalha sozinho. Sob esse contexto, as metodologias terapêuticas são aplicadas sob uma ótica biopsicossocial do ser e focadas em suas principais necessidades.

Quanto tempo uma pessoa fica em uma clínica de reabilitação?

Como pode ser analisado a dependência química é uma doença que precisa de muita atenção e, por isso, é importante que os usuários tenham apoio especializado.

O período de internação ou a duração média de tratamento é de 150 a 180 dias.

Além de tudo deve ser analisado cada paciente de uma maneira individualizada, assim como a sua evolução em cada uma das seguintes fases:

Primeira Fase

  1. Acolhimento e Apoio ao Dependente Químico
    Tudo começa quando o paciente entra dentro da Clínica de Reabilitação, passará por uma triagem, terapêutica e Psicológica, a fim de adequar medidas terapêuticas e cuidados gerais.

Portanto neste momento é muito importante para os profissionais da Clínica, pois é ali onde começa tudo, também é recolhido com os famíliares históricos sobre o paciente.

Dessa forma, são avaliadas as condições psicológicas e clínicas, com os exames necessários, conforme avaliação médica, para diagnóstico com adequação medicamentosa.

Segunda Fase

  1. Abstinência
    É importante lembrar que os primeiros dias do paciente é constrangedor para ele, pois passára por um processo de adaptação, e abstinência. Sem o uso de drogas.

Vale lembrar que é nesse momento em que o paciente começa apresentar sintomas de negação, onde o mesmo começa a se queixar do tratamento, pois é nesse momento em que seu organismo começa a pedir a substância.

Paralelamente a isso, acontecem as visitas de familiares, que são orientados a fim de fortalecer o tratamento psicológico, a motivação pessoal e a expectativa quanto ao desenrolar de todas as fases.

Sintomas
Entre os sintomas desse período estão: cansaço, vômitos, vontade de usar drogas, alterações extremas do humor, redução do apetite, dificuldade no raciocínio, atitude negativa e reduzida resistência física à dor.

Terceira Fase

  1. Desintoxicação
    Nesse exato momento o dependente químico passa por um processo de abstnencia e desintoxicação, retornando de fato a conscientização de sua doença, e uma leve aceitação do tratamento.

A Relação entre o profissional e o dependente está mais tranquila, tanto para o paciente quanto para o profissional, trazendo a oportunidade de estruturação dos desvios de conduta e comportamento do paciente.

Está estapa é muito importante, pois é um inicia de avaliação médica para que avalie o paciente para um possível tratamento medicamentoso, para assim paralizar o uso de drogas, e iniciar um tratamento de “limpeza” do organismo.

Sintomas
Os sintomas dessa fase incluem comportamentos impulsivos, questionamento da necessidade de monitoramento e apoio para a sua abstinência a longo prazo.

Surgem novos ideais e valores, constando também o conflito entre os fundamentos da recuperação e a necessidade das relações.

Quarta Fase

  1. Acompanhamento
    Neste momento começam as avaliações dos profissionais qualificados, para o tratamento do dependente.

Com conversas e orientações entre paciente e profissional começam a fluir de uma maneira mais compreensiva para ambas as partes, e assim começas a traçar metas a serem alcançadas.

Neste momento é de extrema importancia o acompanhamento familiar ou até mesmo que é muito próximo ao paciente, para que consiga enteder e ajudar o mesmo também no seu processo de tratamento.

Dentre alguns procedimentos terapêuticos, destacamos os abaixo:

Avaliação

Portanto esse termo tem como objetivo a entrevista entre paciente e psicóloga , no intuito de dar início ao diagnóstico por meio de lembranças relacionadas ao uso de drogas e à dependência por parte do usuário.

Características comuns desse procedimento são:

Estabelece uma relação entre o profissional e o paciente;
Obtém os elementos essenciais do histórico clínico do paciente;
Aprofunda o conhecimento de fatores pessoais, familiares e ambientais relacionados à saúde;
Ajuda a definir as estratégias de tratamento.

  1. Atividades e Alimentação
    Durante o tratamento, a prática de algumas atividades como exercícios físicos, esportes e boa alimentação, são excelentes aliados do processo de desintoxicação do organismo.

Por isso, diversas clínicas e profissionais indicam essa mudança de hábitos como parte complementar do tratamento.

Conheça mais um pouco de nosso trabalhos: Clínica de Recuperação Involuntária, Clínica de Recuperação em Itanhaém.