Início » Blog » Como funciona uma Clínica de Recuperação

Como funciona uma Clínica de Recuperação

Clínica de Recuperação em SP - quanto tempo dura o tatamento

Como funciona o tratamento em um Clínica de Reabilitação

Para saber Como Funciona o Tratamento em uma Clínica de Reabilitação Involuntária, clique aqui, benefícios de um tratamento de qualidade. Melhores Clínicas de SP.

Relacionados: Internação involuntária como funciona

Oque é uma Clínica de Recuperação ?

Uma clínica de recuperação serve para ajudar a tratar uma doença crônica, reconhecida pela OMS(Organização Mundial de Saúde).

A doença mais conhecida como: Dependência Química, que envolve qualquer tipo de substância psicoativa que altere sua mente e seu humor.

A Clínica de Recuperação portanto ajuda na desintoxicação e também no combate interior contra o vicio de cada individuo.

O tratamento é feito por etapas, que essas etapas são divididas em diversas atividades.

Muito conhecida por lugares arborizatos e chácaras as Clínicas de Recuperação tem por sua característica fazer um tratamento de qualidade, pois muitas dela possuem ótimas infraestruturas para fazer o tratamento.

Assim como lugares que os profissionais possam realizar atividades com segurança e respeito ao paciente.

Acomodações

A Clínica de Recuperação contém varios ambientes, como: Quartos, Banheiros, Lavatórios, Sala de Reunião, Sala de Estar, Cozinha, Área para jogos, Piscina, Academia entre outros ambientes não citados.

Vale lembrar que para saber o que a Clínica de Recuperação de sua escolha e seu agrado tem de ambientes citados acima.

Para isso é necessário contatar um profissional especializado aqui mesmo, está vendo o botão do whats no canto inferior direito da sua tela ? Pois é fale com um especialista agora mesmo.

Como saber se uma Clínica de Recuperação é Confiável ?

Sem sombra de dúvidas sabemos que uma família que possuí um parente dependente químico deseja saber onde está colocando seu ente querido e se realmente é de confiança !

Nós da Nova Avatar estamos aqui pra lhe confortar e dizer, que existem aqui conosco Clínicas de Recuperação Confivél . Irei mostra que vale a pena confiar na Nova Avatar.

Escolher uma clínica sem avaliar, anteriormente, qual a capacidade da mesma de atender os pacientes pode afetar diretamente no alcance ou não do resultado positivo do tratamento realizado.

Saben disso, mesmo assim continua o questionamento: como saber, afinal, se a clínica escolhida para um dependente químico em recuperação é mesmo confiável?

O objetivo fim deste artigo é de fato tirar todas as suas duvidas sobre o assunto e os principais aspéctos relacionados, se é de confiança ou não !

Se deseja saber tudo sobre o assunto, leia esse artigo até o final. ok!

Entenda como descobrir se a Clínica de Recuperação é Confiavél
Como dito, há muitos fatores ou aspectos que devem ser considerados para determinar se uma clínica de recuperação é mesmo eficaz.

Cada programa de tratamento de dependente quimico, obviamente, varia de acordo com o tipo ou o grau de vício do mesmo, e a necessidade de cada paciente.

Entretanto, há alguns fatores em geral que podem ser observados e avaliados em relação à confiabilidade de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos.

Veja quais são!

Licença de Funcionamento

Antes de qualquer coisa a ser avaliada, ou até mesmo ambientes e acomodações, é de fatos saber se a Clínica de Recuperação tem Alvará de Funcionamento, para que assim possamos definir se é de fato uma Clínica de Recuperação Confiavél.

De forma alguma, é possível confiar em uma Clínica de Recuperação que não possua Lincesa de Funcionamento, com especializadade em tratamentos para dependentes químicos

Como cada estado possui suas próprias diretrizes para licenciar e credenciar clínicas desse tipo, é preciso fazer uma consulta junto ao governo estadual onde a instituição de reabilitação atua.

Busque Referencias sobre a Clínica de Recuperação

Após ter verificados documentações que comprovem a licensa de funcionamento da clinica, agora o próximo passo é buscar informações sobre sua credibilidade, nos tratamentos contra a dependência química.

Caso você conheça alguém, ou até mesmo foi indicado pela pessoa, pergunte como é feito o tratamento, se de fato os pacientes são tratados como humanos.

Portanto além disso é primordial saber a avaliação da clínica na internet ou redes sociais, para que assim defina sua opnião de um modo geral.

Essa pesquisa é muito importante para saber se a clínica cumpre realmente com o que promete, bem como se trata de forma humanizada seus pacientes.

Isso irá impedir, por exemplo, que você acabe optando por um local onde os dependentes químicos não sejam bem tratados, o que pode trazer ainda mais transtornos para eles.

Saiba quais são os métodos de tratamento

Agora o próximo passo para saber se a Clínica de Recuperação é Confiável, é entender os métodos de tratamentos aplicados por ela.

Cada Clínica de Recuperação usa um método de tratamento diferente, basta você se informar com o especialista do seu atendimento, os métodos de tratamentos a serem praticados com o paciente.

De um modo geral, entretanto, há uma similaridade nas formas de tratamento, como é o caso da desintoxicação, do acompanhamento terapêutico e do aconselhamento do dependente químico.

Além disso, elas não permitem, no caso de internação voluntária, que o paciente abandone o local por vontade própria.

O que varia são as formas como o aconselhamento irá ocorrer, como no caso dos grupos coletivos, bem como a terapia individualizada.

Somente desta forma você irá entender se de fato a Clínica é confiavél ou não.

Fator importante: VISITE O LOCAL ANTES

Qual o tempo necessário para o tratamento de dependência química?

Como funciona a Clínica de Recuperação

Como pode ser analisado a dependência química é uma doença que precisa de muita atenção e, por isso, é importante que os usuários tenham apoio especializado.

O período de internação ou a duração média de tratamento é de 150 a 180 dias.

Além de tudo deve ser analisado cada paciente de uma maneira individualizada, assim como a sua evolução em cada uma das seguintes fases:

Primeira fase

  1. Acolhimento e Apoio ao Dependente Químico
    Tudo começa quando o paciente entra dentro da Clínica de Reabilitação, passará por uma triagem, terapêutica e Psicológica, a fim de adequar medidas terapêuticas e cuidados gerais.

Portanto neste momento é muito importante para os profissionais da Clínica, pois é ali onde começa tudo, também é recolhido com os famíliares históricos sobre o paciente.

Dessa forma, são avaliadas as condições psicológicas e clínicas, com os exames necessários, conforme avaliação médica, para diagnóstico com adequação medicamentosa.

Segunda Fase

  1. Abstinência
    É importante lembrar que os primeiros dias do paciente é constrangedor para ele, pois passára por um processo de adaptação, e abstinência. Sem o uso de drogas.

Vale lembrar que é nesse momento em que o paciente começa apresentar sintomas de negação, onde o mesmo começa a se queixar do tratamento, pois é nesse momento em que seu organismo começa a pedir a substância.

Paralelamente a isso, acontecem as visitas de familiares, que são orientados a fim de fortalecer o tratamento psicológico, a motivação pessoal e a expectativa quanto ao desenrolar de todas as fases.

Sintomas
Entre os sintomas desse período estão: cansaço, vômitos, vontade de usar drogas, alterações extremas do humor, redução do apetite, dificuldade no raciocínio, atitude negativa e reduzida resistência física à dor.

Terceira Fase

  1. Desintoxicação
    Nesse exato momento o dependente químico passa por um processo de abstnencia e desintoxicação, retornando de fato a conscientização de sua doença, e uma leve aceitação do tratamento.

A Relação entre o profissional e o dependente está mais tranquila, tanto para o paciente quanto para o profissional, trazendo a oportunidade de estruturação dos desvios de conduta e comportamento do paciente.

Está estapa é muito importante, pois é um inicia de avaliação médica para que avalie o paciente para um possível tratamento medicamentoso, para assim paralizar o uso de drogas, e iniciar um tratamento de “limpeza” do organismo.

Sintomas
Os sintomas dessa fase incluem comportamentos impulsivos, questionamento da necessidade de monitoramento e apoio para a sua abstinência a longo prazo.

Surgem novos ideais e valores, constando também o conflito entre os fundamentos da recuperação e a necessidade das relações.

Quarta Fase

  1. Acompanhamento
    Neste momento começam as avaliações dos profissionais qualificados, para o tratamento do dependente.

Com conversas e orientações entre paciente e profissional começam a fluir de uma maneira mais compreensiva para ambas as partes, e assim começas a traçar metas a serem alcançadas.

Neste momento é de extrema importancia o acompanhamento familiar ou até mesmo que é muito próximo ao paciente, para que consiga enteder e ajudar o mesmo também no seu processo de tratamento.

Dentre alguns procedimentos terapêuticos, destacamos os abaixo:

Avaliação

Portanto esse termo tem como objetivo a entrevista entre paciente e psicóloga , no intuito de dar início ao diagnóstico por meio de lembranças relacionadas ao uso de drogas e à dependência por parte do usuário.

Características comuns desse procedimento são:

Estabelece uma relação entre o profissional e o paciente;
Obtém os elementos essenciais do histórico clínico do paciente;
Aprofunda o conhecimento de fatores pessoais, familiares e ambientais relacionados à saúde;
Ajuda a definir as estratégias de tratamento.

  1. Atividades e Alimentação
    Durante o tratamento, a prática de algumas atividades como exercícios físicos, esportes e boa alimentação, são excelentes aliados do processo de desintoxicação do organismo.

Por isso, diversas clínicas e profissionais indicam essa mudança de hábitos como parte complementar do tratamento.

Quais são os tipos de tratamento para dependentes químicos mais indicados?

Desintoxicação

A desintoxicação é uns dos fatores primordiais para a recuperação do dependente. é um processo que influência no emocional do paciente, já que a recuperação só tem resultado com comportamentos saudáveis.

A desintoxicação é a fase inicial de todos os tipos de tratamento para dependentes químicos. Considerando a relação entre depressão e uso de drogas.

A desintoxicação aguda pode durar entre 20 a 45 dias e é uma das etapas mais importantes do tratamento. S

Nessa etapa, o apoio dos amigos e familiares é crucial para que o indivíduo consiga ter a força psicológica necessária à continuidade de seu propósito. Vale destacar que o sucesso da desintoxicação é determinante para preparar o paciente para as próximas fases do tratamento.

Psicoterapia

A intervenção psicoterapêutica consiste em um processo que propõe a combinação de terapias de suporte psicológico com medicamentos. São diversas fases e cada uma delas é estabelecida de acordo com a percepção do profissional quanto às principais necessidades do paciente.

Medicamentos

Devido à própria dinâmica dos entorpecentes, a fisiologia de um organismo já intoxicado exige a substituição das substâncias que lhe foram retiradas para evitar a síndrome de abstinência.

As medicações devem ser criteriosamente escolhidas e monitoradas pela equipe responsável. Ter esse cuidado é fundamental para que o dependente químico não abuse dos medicamentos ou adote alguma postura prejudicial à saúde.

Internação


Atualmente, as instituições especializadas em recuperação da dependência química expandiram os tratamentos destinados ao apoio a quem não consegue superar essa batalha sozinho. Sob esse contexto, as metodologias terapêuticas são aplicadas sob uma ótica biopsicossocial do ser e focadas em suas principais necessidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *